Cérebro e minha mente 3, Coma

Estou tão emocionado por escrever tanto e poder compartilhar , como foi a minha quedas pela minha mente. Posso te mostrar que podemos trilhar o caminho. E grato por você ter lido. Mas tenho que dizer devagar, porque uma vez nem conseguia ler, falar, andar, , e nem lembrar das coisas.

Mas temos que aceitar a nossa mente, também tive que aprender , a ter a paciência. Até nem posso escrever , nada ser rápido. Eu tenho uma grande gratidão pela vida quando estou presente

E vejo que quando quero contar meu blog, ele me prende de repente e não pensa na regra de ninguém na minha cabeça, até me causa dor, e eu alucino. Então eu paro e medito porque isso me torna consciente

Estamos no ano 2023, mas a minha queda foi por vários anos.

A ultima vez que morei na europa foi entre 2007 até 2011 , mas eu viajava eu pelo mundo, mas morava em Londres. Mas eu entrei na LSE no ano 2008 e fiquei no 2011. Eu ganhado uma bolsa para fazer meu doutorado . Meu doutorado era um projeto de paz entre Israel e a Palestina.. Em Londres ganhava novos amigos, do mundo. De lá eu entrei também num grupo de yoga e comecei entrar no caminho de meditar e não tinha muita paciência, mas fiquei amiga de um Lama do Tibete. Lama Lobsang disse as palavras que me marcarão.

Eu estava tão perdida no meu cérebro. Mas sempre foi me esquecer que estava tão desesperada e Lama Lobsang me convidou ir a sua casa. Mas senti, que não deveria ir.

Cheguei e fui contando de tudo meu sofrimento do que eu via da minha vida. Fui falando milhões de coisas e ele me disse e me disse para ir na cozinha. E me disse de ficar em silêncio. Eu fiquei meio revoltada, mas fiquei quieta e vendo ele cozinhar super devagar e fazendo um mantra.

Demorou tanto tempo e a minha mente se apagou. Comemos em silencio. Ele tinha falado um mantra e quando acabou ele me disse para ir na sala. Dei una poucos paços ele disse “ Você lembra que estava brava? “ A minha mente foi voltou a ficar de volta, medo, brava e raiva de mim. Lama Lobsang disse “ Uma palavra, te volta a raiva, medo. Tem que acalmar, e meditar”. Eu fiquei pensando que aquilo era bobagem , e dos meus preconceitos.

Eu queria ser voluntária para dar aula de inglês na Ásia, descobri e fui para a Tailândia em 2009. Lá comecei a conhecer um lugar que me encantou.

Depois quis abandonar meu doutorado porque sobre Israel e a Palestina. A Professora disse “ Porque não faz sobre budismo? “

Eu amei tão profundamente, e pensava era como a minha segunda casa do mundo. Já tinha ficado lá conhecendo do mundo. Mas um dia, meu pé travou. Simplesmente, se travou e fui ao Brasil.

Eu quis fugir e fui para Dharmsala. Fiquei fugindo de todos lugares, da India fui para Italia e eu contava nas pinhas postagens. eu dividir nos meus post , um amigo da pousada que Thailandia. Julian me mandou uma mensagem, se eu queria ser atende de hostel. Eu fui, sempre me senti perdida, mas fui e me senti em casa.

Mas quando meu pé travou fiquei segundo e melhorei viajar e fui viajando pelo Brasil, e a Colombia. Quando me disseram de fazer um livro.

Então eu tenho até aprendido de entender o tempo. Escrevo agitada de escrever num livro. E lidando con mil coisas do mundo, e era de como via.

Fui escrevendo das minhas viagens, e foi ajudado pelos meus amigos, e um namorado. E quis levar o livro para meus amigos. Mas queria ir a Burma, e na hora que estava fazendo a fila para fazer o visto, eu comecei a sentir a epilepsia. Eu estava cheia de emoções, e nada de ser presente

Uma enfermeira me viu na rua, da Tailândia, elas virão, e disseram que eu deveria ir ao hospital

De lá lembro de poucas coisas , mas foi meu primeiro coma. Disse minha mãe que fiquei 30 dias no Hospital em Bangkok.

Então abaixo. É o que minha m escreveu.

“ CRISE Setembro 2013 – entra em estado de “mal epiletico”em Bangkok. Fica internada do 02 ao 20 de setembro no St Louis Hospital em Bangkok, tentando controlar crises de convulsao epiletica. Tem que ser entubada para receber doses altas de anti-convulsivo (Depakote, Keppra) alem de cortisona. Ruben e eu vamos pra la. Qdo conseguimos retornar a Sao Paulo, ficamos mais uma semana no Hospital Samaritano, quando Dr. Getulio comenta que, dessa vez, o estrago tinha sido enorme. Com uma esquizofrenia de origem neurologica, é submetida a um tratamento com clozapina com a Dra. Euthymia Almeida Prado. Dr. Getulio mantem o Depakote e a cortisona. Vai de 44 kg para uns 60 kg. Dr. Getulio se apavora e retorna p/ o Gardenal. Aos poucos recupera-se das alucinações e Dra Euthymia zera a Clozapina que faz muito mal pra ela. É quase que um renascer, só que renasce adolescente. Sofre perda de neurônios, da habilidade de leitura da cognicao.”

Tudo aconteceu, no meu coma, mas depois aconteceu na vida de volta ao Brasil. Mas a vida aconteceu. Como a mente já devia saber..

Para meus pais foi ainda mais difícil, do que para mim. Mas do meu coma, lembro que um dia vi uma mulher. Eu lembro que eu estava na cama, tinha gente que estava do outro lado e eles discutiam, mas do outro lado eu de repente vi essa mulher. Ela olhou para mim e de repente me perguntou se eu queria viver. E eu disse “sim, por causa da minha avó, meu namorado” e as pessoas brigando vão desaparecer, e eu vi meu namorado saindo, e minha avó cairia e seria difícil andar

Tudo aconteceu, no meu coma, mas depois aconteceu na vida de volta ao Brasil. Mas a vida aconteceu. Como a mente já devia saber.

Voltei ao Brasil a tanto tempo, e passei um tempo fora , incapaz e revoltada.

Mas o templo flutuou e eu consegui fazer o tratamento, porque no final nem sabíamos muito bem. Ainda nem sabemos muito.

Conto isso diariamente, imaginando que consciência temos, o quanto somos parecidos. E quando vemos a base de nós mesmos, devo aceitá-la como somos.

Mas eu tento devagar lentamente, por que tento flutuar para compartilhar, de como estou conseguindo dividir a paz do caminho. Assim porque nem o médicos, nem eu ainda não sei quem sou.

Com amor,
Ju

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s