Cérebro e minha mente 2

Grata por que vocês leem. Me fazem ponderar no fluxo da minha vida. E percebo que tantas coisas fazem perceber que quando escrevo muito, ativa demais o cérebro. Como disse meu pai “ Escreve devagar, e poucas coisas de vem. “ E isso vejo , me faz focar, e acalmar a mente.

Eu vou contando devagar, porque quero dividir o que minha mãe , deixou claramente do que ela viu, mas eu vejo de uma maneira diferente. Mas ela me viu muito doente. E penso sobre os fatos de que penso a respeito. Isso confesso me faz analisar e sai lagrimas. Vou te tentar como o tempo circula.

Minha mãe diz
2009/2010/2011
“Nesses 3 anos passa relativamente bem e tem pouquíssimas convulsões. Vem ao Brasil algumas vezes para consulta mas a RM não acusa grandes alterações. Sempre muito relutante em tomar o anti-convulsivo, unico medicamento de uso contínuo prescrito p/ Getulio.”

Pelas fotos que me ajudam, lembrar o tempo e os fatos. E como a conhecer as viagens que vão marcar pelo mundo.
Em 2008 comecei a fazer meu mestrado na LSE em Londres e era sobre antropologia cognitiva. E vejo que viajei pela Índia em setembro, outubro e me ajudou por dentro e sem ver.

Eu lembro. que fui para a Índia e por acaso fomos para Dharam Sala. Quando cheguei havia uma aula de Dalai Lama. Eu nem queria fazer, mas o Haiko me disse “Mas já que você diz que não tem preconceito, vamos ver?”

Eu já estava fazendo meu mestrado em Antropologia Cognitiva. E eu já estava pensando no meu doutorado. Mas lá na Índia também tinha uma prisão interna que eu nem conseguia entender o que tinha. Eu já estava apavorada de ter ficado doente no meu cérebro.

Fui ver a aula do Dalai Lama e me emocionei com tantos lamas de outros países e com outras culturas. Haiko e eu conversamos em inglês, mas ouvi duas brasileiras que estavam do meu lado.

Mas o Dalai Lama chegou e todos ficaram admirados, e sua primeira palavra foi “não seja budista, respeitem todas as religiões, respeite o que está dentro de você”. Isso me tocou, mas não me convenceu de que ainda estávamos presos pelas coisas políticas.

Mas digo isso porque começou em mim, em Nova York e pensando em política, o controle da nossa mente. E cheguei 10 dias antes de 11 de setembro de 2001.

Todos nós, estudantes estrangeiros, chegamos à universidade mais cedo. Descubra meus amigos e todas as religiões, e agnósticos e ateus. Começamos a perceber como é o poder das religiões e sua política.

Então, como eu já havia recebido uma bolsa para estudar na faculdade, alguns anos se passaram e descobri que tinha outra bolsa para estudar em Amsterdã. Essa Bolsa era sobre política internacional.

Lembro da minha amiga Caroline, que é suíça e estudava psicologia, e ela me disse “você já ganhou uma bolsa para vir para os Estados Unidos, e já quer fugir para ir para o outro país? Você está fugindo de você.”

Engraçado, porque essa frase foi dita pela minha amiga em NY em 2004 . E também foi dita por uma amiga de Israel. E me disse “ Você sempre vai querer ir de onde você está e sempre já vai querer ir para um outro país”

Assim como meu amigo da Palestina me disse “Porque ainda já está fugindo do doutorado” Como também quis sair do meu primeiro casamento, que é da Holanda. Assim como quis ir embora de Londres, e até quis fugir do Vipassana

.

As faculdades, e escolas do mundo me fizeram aprender argumentar. Então soube que queria argumentar para a responsável pelo Vipassana .

Lembro que quando fui explicar todas as filosofias , e sobre a mente. Ela ouviu em silencio e disse “Seu inimigo é seu melhor amigo, é você.”

Fiquei só para provar que era fácil. Não foi, mas foi maravilhoso.

Mas do que não consegui escapar foram dos meus comas. Aí me lembra o Dr. Getulio que me dizia “Julieta, você que escreve, porque não conta, do que sente. “.

Do coma, viajaria pelo hospital, viajaria por outro planeta. Aí você não tem saída, e às vezes você volta.Então escrevo que temos que nos conhecer. Descubra a paz e a compaixão.

Mas como meu pai me disse , eu conto devagar. Mas podemos melhorar a nós mesmos como somos.

com amor Ju

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s