O que se quebra e o é que vive ?


Coloco meu computador na mesa e derrubo uma estátua indígena que comprei na Suíça em 2013. Estava lá com o meu ex-namorado Eduardo Simantob. Apresentava meu livro Mosaic. E começou então a minha terceira tentativa de ir a Birmania.

Na primeira eu já estava há meses no Sudeste Asiático, em 2009. Tinha voluntáriado na zona rural da Tailândia, visitado o Camboja, Laos, Bali e quando estava indo para Birmânia minha mae me liga para dizer que é um pais que é perigoso. Minha mãe se surpreende e sem me demover diz que vai junto…Voa do Brasil para ir comigo a Birmania/Myanmar. Já no aeroporto de Bangkok me diz que queria ir ao Laos. Volto ao Laos e a Birmania fica para uma outra vez.

Na segunda vez passo 3 meses trabalhando na Mut Mee entre 2011 e 2012. Lá se torna a casa da minha alma. Fica na beira do Mekong e fica entre  a Tailândia e o Laos.
Compro passagem para Birmânia e eu quebro o pé. Meu irmão me diz para voltar para o Brasil. Volto e nem tenho que operar.

Na terceira vez em 2013 eu estou na Tailândia na Mut Mee vendo meus amigos e esperando o Edu chegar. E assim que ele chega voltamos para Bangkok e vamos à embaixada da Birmânia e eu passo mal. Tenho um ataque epiléptico sequencial e sou induzida ao coma. Quase morro. Desperto perdida. Sem muitos neurônios. Poucas esperanças tem sobre a minha vida e eu acordo com saudade latente da Ásia.

Pois é nada disso abalou a minha vontade de ir a Birmânia. E claro a vontade de voltar a Mut Mee.Então a passagem foi comprada para ir até Bangkok dias antes de eu ir parar no hospital. E do hospital, faz uns tres dias, comprei o voo de 50 dólares de Bangkok até Yangon capital da Birmania, tbm chamada de Myanmar ( longa historia disso).

Voltei para casa do hospital e passei mal. Como contei no ultimo post. Vomitei tudo e mais um pouco mas não a minha vontade inexplicável de ir. Não voltei no hospital e tomei limão, soro, coca, e batata e banana. E pensei que já vomitei muito na China, no Peru e nunca fiquei desidratada. Então, fiquei em casa, bebi soro até passar. E ontem eu fiz meu visto para Birmânia on line. E já reservei hostels em Bangkok e Yangon.

Hoje paguei tudo. Voce reserva mas é outro horário. Eles te mandam maneira de pagar. O visto é aprovado. Posso fazer tudo online. Fico encantada.

Estava para imprimir o Visto quando quebro uma estátua comprada na Suíça. Não vi o sinal de não ir. Lembrei da árvore de Ubatuba. Alguma coisa precisa morrer para outra viver.
Minha mãe me liga e eu conto. Fiz minha mala de remédio. Cortisona, pantoprazol, Gardenal e Frisium ( caso eu sinta princípio de epilepsia). Explico que vou menos roots. Eu já reservei em Yangon um lugar onde vão me pegar no aeroporto. Um quarto com café da manhã, te até  buscam por 30 dólares tudo. Isso lá na Ásia é caro.
” Bom, já que você vai mesmo, mande o roteiro.”

Diz minha mãe. E me diz para comer mais e não estar fraca.
Lembrei minha adorada Dra. Karen dizendo que nem o Dr. Getulio conseguiu me fazer parar. Nem eu ter quebrado o pé, nem eu ficar em Coma. Tampouco será agora se  nada  impossível acontecer.

O porque é tão importante eu nem sei. Sei que é. É importante eu poder fazer algo tão eu, e sozinha. É importante eu voltar ao lugar onde quase morri.
Da Birmânia eu sempre escreverei se tiver net, mesmo se me decepcionar. E rezo que a minha saúde prevaleça até eu chegar lá. Que dure até eu voltar e o tempo que for possível.

Quem sabe assim lá, morre minha vontade de ir a Birmânia… Quem sabe aumente a vontade de voltar.  Quem sabe é ali o final da minha trajetória ? Espero que nao mas quero ir.

 
Eu estou feliz porque quando sobrevivi preferia morrer. Eu não tinha muita vontade de fazer nada. É essa vontade que eu busco e já tenho de novo. A força espero que vá vindo. São presentes da vida. Espero que meus amigos queridos deixem o medo de lado, que desejem para eles, para os outros, para mim o  caminho que estes escolheram. Todos nós somos iguais e muito diferentes.

2 thoughts on “O que se quebra e o é que vive ?

  1. Julieta, que nesta sua busca ,encontre suas verdades e ,sempre ,tenha esta vontade enorme de viver.
    Vá com Deus .
    Beijos em seu coração.
    Lícia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s