Da viagem

A viagem foi super tranquila. Parei pela terceira vez na minha vida no aeroporto de Abu Dhabi. O aeroporto estava completamente diferente de quando eu la estive nao faz nem sequer um ano. Passeei pelo aeroporto e tive a sorte de presenciar um momento surreal. Um banheiro lotado de mulheres mais velhas muculmanas se lavando para rezar. Todas estavam vestidas de um vesitdo florido azul, com uma etiqueta onde eu pude ler que eram da indonesia, e eram absolutamente devotas. Eu fiquei ali parada completamente perplexa. Ao meu lado uma mulher ocidental mal-humorada resmungava o tempo todo.O aeroporto eh um lugar surreal, voce passa por pessoas de burqa, niqab, djelaba, veus todos coloridos e bordados, todos negros, saudi com aqueles panos quadriculados. Sala da reza, o bar( ?), a boots, burger king, e ate mesmo um radar tipo raio x que mostra as pessoas por dentro, funcionarios de mascara, uma guarda que parecia a guarda iraquiana do Lost. At’e um cara pareciddismo com o Sayid que me greeted dizendo ” Hello Love”.

Bangkok esta quientissimo. Sao 6 horas de diferenca para londres, e eu totalmente jet lagged capotei essa tarde. Depois sai para dar uma pequena volta. Queria ir num mercado para comprar roupas apropriadaspara voluntariar mas o transito era tal que resolvi ir no mercado Kao Sun que eh perto de onde estou. De volta ao meu ja encontrado lugar favorito para comer conheci algumas pessoas. Dentre elas Phillipe um suisso que esta viajando a un ano e meio e ainda viaja ate marco que vem. O cara ja esteve em tudo que eh lugar e tambem ja fez vipassana. Mostrou me basicamente tudo que eu precisava saber e ainda me apresentou a outros desses turistas mais locais. O turista local eh para mim gente que nem a Nathalie que viaja tanto, e por tantos lugares que eles vivem se reencontrando pelo mundo como se fosse a coisa mais natural. Ha tambem os turistas bem jovens que estao claramente no gap year e vem para a Tailandia um pais bem facil de vaijar para beber todas. Esse segundo tipo de turista mostra claramente como eu estou ficando velha 🙂

Ja vi uns mongezinhos laranjas na rua. Os Terevadhas que sao bem diferentes dos Tibetanos que eu conheci na India. Alias Eu recebi um sms to Lama Lobsang me mandando o email dele para eu mante-lo a par da minha viagem 🙂 Esses textos de agora serao assim corridos e com ainda mais erros do que eh de costume ja que o relogiozinho vai ticando enquanto eu escrevo. E os textos serao um pouco repetitivos pois eu tambem estou mandando e-mails em ingles. Acho que vou postar meus e-mails no meu blog em Ingles, quem quiser pode ir la ver. http://www.translatingthoughts.wordpress.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s